Estudo da UCLA desafia crenças de longa data em bioengenharia e dinâmica de células-tronco

por Mateo González
4 comentários
Stem Cell Genetics

O título “Estudo da UCLA desafia crenças de longa data em bioengenharia e dinâmica de células-tronco” pode ser reformulado da seguinte forma:

“Questões de pesquisa da UCLA noções estabelecidas em bioengenharia e comportamento de células-tronco”

Neste estudo, os cientistas da UCLA investigaram células-tronco mesenquimais encontradas na medula óssea, que têm potencial para secretar proteínas terapêuticas para regeneração de tecidos. O que eles descobriram desafia a nossa compreensão convencional das instruções genéticas responsáveis por desencadear a libertação destas proteínas terapêuticas.

Normalmente, as células produzidas pela bioengenharia são usadas em laboratórios para produzir proteínas como anticorpos para fins médicos. Acreditava-se que aumentar as instruções do DNA de uma célula para a produção de uma proteína específica levaria à liberação de mais dessa proteína pela célula. No entanto, este estudo desafia esta suposição, particularmente no caso de células-tronco mesenquimais.

Quando os investigadores compararam a quantidade de um factor de crescimento chamado VEGF-A libertado por estas células estaminais com os genes responsáveis pela codificação do VEGF-A, encontraram resultados surpreendentes. A expressão genética foi apenas fracamente correlacionada com a secreção real do fator de crescimento. Em vez disso, o estudo identificou outros genes que se correlacionavam melhor com a secreção de VEGF-A, incluindo um associado a uma proteína encontrada na superfície de algumas células estaminais.

Estas descobertas, publicadas na revista Nature Nanotechnology, sugerem a necessidade de reavaliar um conceito fundamental em biologia e biotecnologia. Embora tenha sido amplamente assumido que uma maior expressão genética leva a uma maior secreção de proteínas, este estudo mostra que este nem sempre é o caso, abrindo novos caminhos de investigação.

Esta pesquisa tem implicações para melhorar a fabricação de tratamentos baseados em anticorpos e melhorar as terapias celulares. Compreender quais interruptores genéticos ativar pode levar ao desenvolvimento de células altamente produtivas para produção de terapia.

O estudo utilizou uma nova tecnologia chamada nanoviais, que permitiu aos pesquisadores analisar células individuais e suas secreções, conectando a secreção de proteínas à expressão genética. Este avanço oferece excelentes oportunidades para o avanço da investigação em ciências da vida e do desenvolvimento terapêutico, conduzindo potencialmente a tratamentos mais eficazes para diversas condições médicas.

A identificação de genes ligados à secreção de VEGF-A, particularmente um associado a uma proteína da superfície celular chamada IL13RA2, poderá ter um impacto significativo nas aplicações clínicas. A separação de células com elevado potencial de secreção de VEGF-A utilizando este marcador pode levar a terapias mais eficazes.

No geral, este estudo da UCLA desafia os paradigmas existentes na pesquisa com células-tronco e na bioengenharia, abrindo caminho para novos insights e possíveis avanços no desenvolvimento terapêutico.

Perguntas frequentes (FAQs) sobre genética de células-tronco

Em que se concentrou o estudo da UCLA?

O estudo da UCLA concentrou-se nas células-tronco mesenquimais encontradas na medula óssea e nas suas instruções genéticas para a secreção de proteínas terapêuticas.

Qual foi o desafio do estudo em relação às instruções genéticas e à secreção de proteínas?

O estudo desafiou a crença convencional de que uma maior expressão genética leva diretamente a uma maior secreção proteica, particularmente no caso da secreção de VEGF-A a partir de células estaminais mesenquimais.

Como os pesquisadores identificaram genes associados à secreção de proteínas?

Os pesquisadores usaram uma nova tecnologia chamada nanoviais para analisar células individuais e suas secreções, permitindo-lhes conectar a expressão genética à secreção de proteínas.

Que implicações este estudo tem para a biotecnologia e a medicina regenerativa?

O estudo sugere que a compreensão dos interruptores genéticos certos a serem ativados poderia melhorar a produção de tratamentos baseados em anticorpos e melhorar as terapias celulares, levando potencialmente a tratamentos médicos mais eficazes.

Por que a descoberta de genes ligados à secreção de VEGF-A é significativa?

A identificação destes genes, particularmente um associado à proteína de superfície celular IL13RA2, pode ajudar a separar células com elevado potencial de secreção de VEGF-A, melhorando potencialmente a eficácia das terapias.

Quais equipamentos e tecnologias foram utilizados no estudo?

O estudo utilizou equipamento de laboratório padrão junto com nanoviais, recipientes microscópicos de hidrogel, para analisar células individuais e suas secreções, conectando a expressão gênica à secreção de proteínas.

Quem financiou esta pesquisa?

O estudo foi apoiado pelos Institutos Nacionais de Saúde e pelo Prêmio de Planejamento de Nanomedicina em Células-Tronco, financiado conjuntamente pelo CNSI e pelo Broad Stem Cell Research Center.

Mais sobre genética de células-tronco

você pode gostar

4 comentários

BioTechGuru Dezembro 27, 2023 - 12:46 am

coisas gr8! expressão genética ≠ saída de proteína, quem sabe? nanoviais com tecnologia incrível!

Responder
CureSeeker Dezembro 27, 2023 - 12:57 am

terapia de células-tronco improvisada, sim! vamos vencer as doenças! #UCLASestudo #Biotecnologia

Responder
CiênciaLover88 Dezembro 27, 2023 - 4:35 am

nossa, estudar na UCLA é legal! são genes nem sempre = proteína. mente explodida! células-tronco são uma rocha!

Responder
Especialista em Tecnologia Médica Dezembro 27, 2023 - 7:29 pm

il13ra2, o que foi? ajuda o VEGF-A, então mais terapia com células-tronco? incrível!

Responder

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

SciTechPost é um recurso da web dedicado a fornecer informações atualizadas sobre o mundo acelerado da ciência e da tecnologia. Nossa missão é tornar a ciência e a tecnologia acessíveis a todos por meio de nossa plataforma, reunindo especialistas, inovadores e acadêmicos para compartilhar seus conhecimentos e experiências.

Se inscrever

Assine meu boletim informativo para novas postagens no blog, dicas e novas fotos. Vamos nos manter atualizados!

© 2023 SciTechPost

pt_PTPortuguês